sexta, 13 de dezembro de 2019
Início » Economia » Cia do Calçado vai fechar após 18 anos de atividades

Cia do Calçado vai fechar após 18 anos de atividades

Gravatar
09/05/2012 às 05h40
J.H. Teixeira
Cia. do Calçado na avenida Deputado Zien Nassif

Cia. do Calçado na avenida Deputado Zien Nassif

 

A Cia. do Calçado, na avenida Deputado Zien Nassif, em Jaú, vai encerrar as suas atividades. Com 40 lojas de calçados e cerca de 100 funcionários, o shopping segmentado deve parar dentro de três meses, depois de 18 anos de funcionamento ao lado do contorno rodoviário da cidade.
 
A confirmação de encerramento de atividades foi dada ontem pelo diretor da empresa Aquarela Empreendimentos Imobiliários, Ledo Mazzei Massoni Filho, responsável pela construção e gestão da Cia. do Calçado. “Infelizmente, a situação econômica que o país atravessa, a queda de vendas acentuada, a queda de liquidez, levaram  a gente a tomar essa decisão. Não é fácil, fui eu quem criei a Cia. do Calçado, que começou com 16 lojas e hoje tem 40. Mas a decisão tomada visa manter o equilíbrio financeiro da minha empresa e da minha família”, disse Massoni Filho.
 
Sobre o encerramento das atividades, Ledo Mazzei disse que já notificou judicialmente todos os lojistas, bem como esteve reunidos com eles para apresentar a decisão. “É decisão que venho amadurecendo há algum tempo. A gente se apega as coisas e começa a por muita emoção e quer lutar como um leão.  Mas quando  percebi que as metas não estão sendo alcançadas este ano e não teremos alteração nesse quadro, pois estamos passando um Dia das Mães pífio, achamos que era a hora de parar antes de comprometer mais os propiros lojistas, que entram em dívidas para tentar manter a atividade”, falou o diretor da Aquarela.
 
Nem mesmo a recente redução do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços), de 12% para 7%, anunciado recentemente pelo governo estadual; nem mesmo o recém-inaugurado porto fluvial no rio Tietê que visa desenvolver o turismo de negócios, serviram para alterar a decisão de encerrar as atividades.
 
“Não posso dizer que é um fechamento irreversível. Procurei ontem fazer reunião com os lojistas e estamos cumprindo contrato. Foi dado a eles um prazo de 90 dias para continuar no empreendimento sem pagamento de aluguel. O objetivo nosso é rentabilizar o prédio. Podemos alugar, até para eles (lojistas),  se acharem um novo caminho, até mesmo com um aluguel menor. O que quero é desvincular a empresa Aquarela da Cia. do Calçado”, falou Massoni Filho.
 
Ledo Massoni diz que a crise não é só da Cia. do Calçado. “Há falta de liquidez  geral. Se eventualmente alugar as instalações , seja para os lojistas ou para outros,  precisamos de segurança daquilo que vamos receber”, observou.
 
A Cia, do Calçado fechando podem ficar desempregadas cerca de 100 pessoas que trabalham no local. “É uma judiação. Fiz tudo o que pude para manter a Cia. viva. Me coloco a disposição dos lojistas. Mas a decisão está tomada: a Aquarela não vai mais gerir a Cia do Calçado, vai alugar o imóvel”, concluiu Ledo Massoni Filho.
 
Na Cia. de Calçado ontem à tarde, o clima era de desolação após o anúncio oficial do encerramento de atividades. Por volta de 14h não havia clientes no local e parte dos funcionários conversava sobre as possibilidades de manter o empreendimento ou o futuro deles após o fechamento.
 
No final da tarde de ontem, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Paulo Campos, não foi localizado para se manifestar sobre o fechamento do shopping e o impacto disso sobre a economia e o mercado de trabalho de Jaú.

 

6 Comentários(Deixe o seu)

  • Silmara Souza

    Realmente uma acontecimento muito triste pra quem trabalha e vive disso! Mas todos conseguirão achar um caminho para se manter. Bjos!!!

  • marcos cunha

    se as autoridades da cidade ,presidente do sindicato das industrias de calçados, nao abrirem os olhos o futuro de jau no setor calçadista sera de mal a pior os outros polos estao se profissionalizando cada vez mais e dominando o mercado com melhor preço e qualidade bem superior a de jau...

  • Zula Rodrigues

    Fiquei muito triste com essa nóticia, pois nasci em Jahu e tenho pessoas da família que trabalham nessa area de calçados .Que Deus proteja a todos e não os desampare,é muito ruim ficar sem emprego nos dias de hoje.Que vocês que comandam a Cia. do Calçado tenham sorte e encontre uma boa solução para todos ,Deus esteja com vocês

  • Luiz Carlos

    Infelizmente acho uma pena. na minha opinião estão colhendo o que plantaram através de uma administração arcaica e muito ultrapassada.

  • Wagner Souza

    JAUUUU AGORA TEMMM...ISTO AI EMPRESAS FECHANDO OU INDO EMBORA PARA OUTRAS CIDADES PARA NÃO FECHAREM E O POVO FICANDO SEM EMPREGO E SEM CASA.

  • oswaldo

    Nessa reuniao sera avaliado o leco e a losa digital,
    um avanço na curtura e no bolso de alguem.gente É MUITA BURRICE PARA GESTAÇAO SÓ.

Deixar Comentário

Digite as letras e/ou números que você vê na imagem abaixo:

Leia | Política de Comentários.

Versão Móvel | Contato | Anuncie

Primeiro site de notícias de Jaú.
Jornalista responsável: José Henrique Teixeira MTb 20.061
Jaunews © 1999 - 2019. Todos os direitos reservados